PAINEL / REFORMA DO PCCV

Sobre a reunião com o presidente Humberto Coutinho

Na ocasião, Sindsalem reafirmou a necessidade da reforma do PCCV, do reajuste de, no mínimo, 25% no tíquete-alimentação, além da convocação dos aprovados e excedentes do último concurso.

24/04/2015
Sindsalem

Na última quarta-feira (22/04), o Sindsalem, representado pelo presidente Luiz Noleto, pelos diretores Ricardo Cardoso, Ronald Franklin e José Carlos, bem como pelo servidor Gutemberg, se reuniu com o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Humberto Coutinho (PDT).

Na reunião, o Sindicato reafirmou a necessidade da reforma do Plano de Cargos, Carreiras e Vencimentos (PCCV) da categoria, do reajuste de, no mínimo, 25% no tíquete-alimentação, que passaria de R$ 500 para R$ 625, além da convocação dos aprovados e dos excedentes do último concurso. O presidente do Sindsalem afirmou, ainda, que não está em discussão somente a reposição inflacionária que gira em torno de 9%, pois a mesma é um dever legal.

O presidente Humberto Coutinho - infelizmente mal orientado por falsos guardiões do dinheiro público - condicionou a aprovação das reivindicações à criação de uma comissão com a participação de dois membros do Sindicato para que seja feito um levantamento a fim de atualizar os dados financeiros da Casa e, em particular, localizar os 450 servidores efetivos. A direção do Sindsalem, mesmo entendendo que este último artifício não poderia ser usado como condicionante para atender às demandas dos servidores, aceitou fazer parte da comissão.

Na ocasião, o Sindsalem afirmou que tal orientação deveria ser destinada, também, àqueles servidores comissionados que adentram na folha da Casa somente para atender a acordos políticos. Vale ressaltar que isso não se trata de uma denúncia vazia, haja vista que essa prática não é nova.

Por isso, perguntamos aos que orientaram o presidente Humberto Coutinho: o que fizeram, na gestão anterior, para evitar a nomeação de pessoas em cargos, cujo único “trabalho” era utilizar a estrutura da Alema para contribuir com a eleição de novos parlamentares? A direção do Sindsalem está atenta e continuará vigilante em relação às nomeações de cargos de direção, que, na maioria das vezes, só servem para alojar “fantasmas”.

Por último, apesar de não ter sido o resultado esperado, o Sindsalem reconhece o avanço na negociação e acredita que, se o presidente Humberto Coutinho não se deixar levar pelas orientações de falsos moralizadores do orçamento da Alema, será possível chegar a um acordo que satisfaça as partes envolvidas. 

Últimas notícias

Veja todasveja todas

Pesquisa

SERVIDOR

Sindicalize-seConvênios

PUBLICAÇÕES

JORNAL SINDSALEM

MAI/2017

Jornal Sindsalem - Ano 3 - Nº 21
SINDSALEM

Sindsalem @ . Todos os direitos reservados.
Av. Luís Eduardo Magalhães, 500, Loja 16, Centro Comercial Pátio Calhau.
São Luís–MA • CEP 65071-750 • Fone: (98) 99969-8710 • E-mail: sindsalemma@gmail.com.