PAINEL / REFORMA DO PCCV

Uma Assembleia de contradições...

Confira as contradições da Assembleia Legislativa do Maranhão.

14/03/2016
Sindsalem

QUEM NÃO DEVE, NÃO TEME

O Sindsalem, por meio de sua assessoria jurídica, impetrou mandado de segurança, com pedido de liminar, para que a direção da Alema entregue ao Sindicato uma lista com informações atualizadas dos servidores que trabalham (ou não) na Casa.

O Sindicato precisou recorrer ao remédio constitucional, pois a Alema se recusou a apresentar os dados administrativamente, em mais um flagrante de desrespeito à Lei de Acesso à Informação.

Diante disso, em despacho publicado no dia 8 de março, o desembargador do Tribunal de Justiça do Maranhão (TJ-MA), Tyrone José Silva, determinou prazo de 10 dias para que a direção da Casa explique os “motivos” que a levaram a negar o pedido do Sindsalem. Findo o prazo, o feito será julgado. 

DINHEIRO NÃO É PROBLEMA


Que a Assembleia Legislativa do Maranhão está “nadando em dinheiro”, todo mundo já sabe. Afinal, eles não cansam de dar provas disso. A mais nova diz respeito à Mesa Diretora, agora composta por 10 deputados com a criação da “Procuradoria da Mulher” (antes eram nove).

O que isso significa? A contratação de, no mínimo, mais cinco servidores comissionados para a nova Procuradoria, com salários na faixa de R$ 10 mil para cada um. Enquanto isso, a aprovação da reforma do PCCV segue a passos lentos... Dinheiro não é problema. Vamos à luta!

8 DE MARÇO PRA BOI DORMIR

No Dia Internacional da Mulher, o plenário da Casa foi tomado por belos discursos sobre igualdade de oportunidades, respeito e reconhecimento de direitos para as mulheres!

No entanto, os deputados se esqueceram de colocar em prática o discurso na própria Alema. Esqueceram-se, sobretudo, de valorizar as próprias deputadas! Como é sabido de todos, a Mesa Diretora da Casa era composta por nove parlamentares, sendo DUAS MULHERES, obrigatoriamente.

Com o acréscimo de mais uma vaga, através da criação da Procuradoria da Mulher, esperava-se que mais uma deputada fosse integrar a nova Mesa, num total de três mulheres. No entanto, a criação da tal Procuradoria – cargo meramente decorativo, cabide de comissionados – foi só um pretexto para isolar a segunda deputada, abrindo vaga para mais um parlamentar homem.

Em suma, prevaleceu o parlamento formado por oito homens e somente uma mulher, com a segunda deputada isolada em uma Procuradoria sem representatividade alguma para a Mesa. Lamentável. Casa de ferreiro, espeto de pau.

Últimas notícias

Veja todasveja todas

Pesquisa

SERVIDOR

Sindicalize-seConvênios

PUBLICAÇÕES

JORNAL SINDSALEM

MAI/2017

Jornal Sindsalem - Ano 3 - Nº 21
SINDSALEM

Sindsalem @ . Todos os direitos reservados.
Av. Luís Eduardo Magalhães, 500, Loja 16, Centro Comercial Pátio Calhau.
São Luís–MA • CEP 65071-750 • Fone: (98) 99969-8710 • E-mail: sindsalemma@gmail.com.