PAINEL / COPA DO MUNDO

A Copa do Mundo é realmente nossa?

Sindsalem repudia a atitude dos governantes e se solidariza com os trabalhadores deste país, que torcem pela seleção brasileira, mas são contra os gastos exorbitantes e a corrupção.

02/07/2014
Sindsalem

O Brasil está sediando a Copa do Mundo. Nosso povo gosta de futebol e quer apoiar a seleção brasileira. O governo e a mídia tratam de transformar tudo em uma grande festa nacional e internacional.

Mas nada disso pode esconder uma certeza: o Brasil vai se consagrando como campeão da desigualdade, injustiça, exploração e violência contra seu próprio povo.

Estamos convivendo com o caos na saúde pública, o descaso com a educação, a precariedade do transporte e dos serviços públicos, assim como a falta de moradia e de terra para plantar e produzir alimentos.

Desde junho do ano passado este tem sido o grito cada vez mais alto dos trabalhadores e da juventude brasileira. Os governos – Federal, estaduais e municipais – não atendem às reivindicações dos que lutam. Nunca têm verbas para atender as necessidades do povo.
Para as grandes empresas nunca faltam recursos. O governo isenta as empresas de pagarem impostos e, todos os anos, repassa quase metade do orçamento para os banqueiros por meio do pagamento da dívida pública. Além disso, o patrimônio público é privatizado e entregue aos empresários, do petróleo aos portos, aeroportos e estradas.

A Copa do Mundo é mais uma expressão desta política desigual que privilegia poderosos e impõe situação de penúria a maioria da população. O Governo Federal e os governos estaduais estão gastando mais de R$ 34 bilhões com a construção e reforma de estádios, aeroportos e outras obras para a Copa. Dinheiro colocado nas mãos de empreiteiras, enquanto a população pobre é despejada de suas casas para dar lugar a essas obras.

Diante disso, a diretoria do Sindsalem repudia a atitude dos governantes e se solidariza com os trabalhadores deste país, que apesar de torcerem pela seleção brasileira, são contra os gastos exorbitantes e a corrupção praticados na construção das arenas para a Copa do Mundo. 

Últimas notícias

Veja todasveja todas

Pesquisa

SERVIDOR

Sindicalize-seConvênios

PUBLICAÇÕES

JORNAL SINDSALEM

MAI/2017

Jornal Sindsalem - Ano 3 - Nº 21
SINDSALEM

Sindsalem @ . Todos os direitos reservados.
Av. Luís Eduardo Magalhães, 500, Loja 16, Centro Comercial Pátio Calhau.
São Luís–MA • CEP 65071-750 • Fone: (98) 99969-8710 • E-mail: sindsalemma@gmail.com.